Adobe triplica números de assinantes com Modelo de Assinaturas

Adobe triplica números de assinantes com Modelo de Assinaturas

O Presidente da Adobe, Shantanu Narayen, divulgou os primeiros números após mudança na forma de cobrar por seus produtos desde o ano passado. No final do ano passado a Adobe mudou drasticamente o modelo de venda da empresa, ao ao substituir o licenciamento, onde o cliente compra uma licença para uso do Photoshop por exemplo, para uma assinatura de uso mensal. Os resultados divulgados sobre o primeiro trimestre de 2013 são surpreendentes: a empresa cresce de 220 mil assinantes para 700 mil no total. Mais que o triplo dos assinantes totais de 2012.

O sistema baseado de Creative Cloud unifica todas as anteriores licenças vendidas, para um modelo de cobrança recorrente pelos principais pacotes de serviços da Adobe, como por exemplo Photoshop e o Acrobat.

Apesar do crescimento desse número, a curva dessa mudança ainda deve crescer consideravelmente nos últimos trimestres do ano. O faturamento previsto da empresa para esse mesmo período foi de US$975 milhões, caiu em relação ao mesmo período do ano passado (Adobe obteve nesse mesmo período U$1Bi de faturamento). Porém é algo muito positivo se pensarmos na mudança de modelo. Caiu muito pouco se pensarmos que eles ainda têm uma questão mercadológica no contexto. Nossa análise é que foi muito positivo. Mudar a forma de cobrança e ainda assim praticamente manter as receitas é algo desafiador.

adobe assinaturas

A Adobe é uma das primeiras grandes empresas a mudar o modelo de cobraça para Assinaturas. Atente-se a encontrar um meio de pagamento online poderoso e para casos de profissionais liberais, um banco digital para empreendedores. É um ótimo sinalizador para o potencial do mercado. Esse é um indicador também de que a empresa está preocupada com os altos índices de pirataria (leia aqui) acerca de seus softwares, já que a Adobe é uma das empresas que mais sofre com os torrents e cracks oferecidos na internet. A estratégia da empresa foi exatamente vender assinaturas, onde o usuário e empresa comprem períodos específicos de uso desses softwares. Com isso o desembolso para comprar um software reduziu o preço drasticamente. Licenças de U$ 200,00 anuais, podem ser compradas hoje via assinaturas por U$ 20,00 mensais. Se o uso não for contínuo é possível cancelar/suspender essas assinaturas.Apesar disso a Adobe ainda possui grande preocupação nessas assinaturas, pois ainda são grandes os números da pirataria.

Em todo caso é um ótimo sinal para o Modelo de Assinaturas.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Up Next:

Como Vender Assinaturas Mensais Inteligentes

Como Vender Assinaturas Mensais Inteligentes